Enfrentamento ao coronavírus pelo Brasil

POR MARCOS VILLAS BÔAS

 

NOTÍCIA BOA – INVENTIVIDADE TUPINIQUIM

Mesmo enfrentando a velha morosidade da ANVISA para aprovação formal, uma invenção de professores e alunos da USP substitui com eficácia os ventiladores pulmonares tradicionais a um custo 15 vezes menor. O aparelho foi testado com sucesso e registrado com patente aberta, o que permite a qualquer investidor observar as características técnicas e funcionalidade para fabricar livremente. Pelos cálculos da USP o ventilador batizado de INSPIRE tem um custo de R$ 1 mil reais quando um aparelho tradicional é adquirido por R$15 mil no mercado nacional.

NOTÍCIA RUIM – GOIÁS NA LANTERNA

Dados da empresa Google, que consegue registrar o movimento dos smartphones pelo espaço geográfico mostram que o estado de Goiás tem o menor índice nacional de quarentena adotada pela população, Apenas 41% dos goianos continua apostando no isolamento como forma de contenção do Corona Vírus. Este índice já esteve em quase 70% mas caiu muito com a autonomia dos municípios para liberar a atividade comercial. Com 75% dos leitos ocupados, o estado registra uma morte por dia que, por inacreditável que pareça, é considerada pouco para manter as pessoas em casa.

BATE CABEÇA NO TRANSPORTE

O Gabinete de Crise do Covid 19 da prefeitura de Goiânia decide nesta terça feira (28/04), sobre um escalonamento de horários proposto pelas empresas de transporte público metropolitano. A esperança é de evitar a aglomeração que tem ocorrido em terminais, pontos de parada e ônibus em circulação. A prefeitura já errou uma vez na estratégia do transporte, quando se recusou a subsidiar o custo da passagem e aceitou a diminuição à metade no número de ônibus em circulação. Houve aumento de concentração de passageiros e acusações sobre a prefeitura por promover as filas. O escalonamento já enfrenta oposição de supermercadistas, farmácias e casas lotéricas. Argumentam perda de freguesia e aumento dos riscos com a pretensão da prefeitura em obrigar todos a abrir e fechar mais tarde.

ADOECER AOS POUCOS

Sociedade médica tem feito críticas ao Governo do Estado por trabalhar exclusivamente com a meta de disciplinar o fluxo e velocidade com que as pessoas infectadas pelo Corona Vírus chegam aos hospitais. Pouco esclarecimento e muita imposição, reclamam. Atualmente Goiás tem 75% dos leitos de UTI disponíveis ocupados por pacientes graves, incluindo o hospital de campanha em Goiânia e dois outros construídos pelo Governo Federal no entorno do DF. A tese dos médicos é de que a estratégia pública conta com a certeza de que todos vão adoecer, mantendo apenas rédeas curtas para controlar a velocidade com que isto vai acontecer.

MENOS FAKES

A indústria de Fake News sobre o Corona Vírus e sobre a Política Partidária – campeãs em atividade danosa, tiveram um golpe por parte do mecanismo do WhatsApp, por onde se espalham com maior voracidade. Agora não é mais possível encaminhar mensagens de 5 em 5 destinatários, como se fazia até o mês passado. Depois de atingir este limite pela primeira vez, o envio só é possível um a um. O provedor do WhatsApp diz que já inibiu 70% das maldades que só circulavam com facilidade de replicação. Ainda resta a falta de consciência e espírito crítico de uma boa parcela da população que adora replicar desgraças e mal feitos sem observar fonte ou verdade no conteúdo.

Deixe um Comentário